Você está em: Home -> NOTÍCIAS -> Evangelho João 8,21-30
Evangelho João 8,21-30

Evangelho João 8,21-30

27.03.2012

Por: Padre Renato dos Santos – SDB

Terça-Feira, 27 de Março de 2012 5ª Semana da Quaresma

— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo João.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo disse Jesus aos fariseus: 21“Eu parto e vós me procurareis, mas morrereis no vosso pecado. Para onde eu vou, vós não podeis ir”. 22Os judeus comentavam: “Por acaso, vai-se matar? Pois ele diz: ‘Para onde eu vou, vós não podeis ir’?” 23Jesus continuou: “Vós sois daqui debaixo, eu sou do alto. Vós sois deste mundo, eu não sou deste mundo. 24Disse-vos que morrereis nos vossos pecados, porque, se não acreditais que eu sou, morrereis nos vossos pecados”. 25Perguntaram-lhe pois: “Quem és tu, então?” Jesus respondeu: “O que vos digo, desde o começo. 26Tenho muitas coisas a dizer a vosso respeito, e a julgar, também. Mas aquele que me enviou é fidedigno, e o que ouvi da parte dele é o que falo para o mundo”.27Eles não compreenderam que lhes estava falando do Pai. 28Por isso, Jesus continuou: “Quando tiverdes elevado o Filho do Homem, então sa­bereis que eu sou, e que nada faço por mim mesmo, mas apenas falo aquilo que o Pai me ensinou. 29Aquele que me enviou está comigo. Ele não me deixou sozinho, porque sempre faço o que é de seu agrado”. 30Enquanto Jesus assim falava, muitos acreditaram nele.
- Palavra da Salvação.    – Glória a vós, Senhor.

Reflexão

1 –  Incompreensão. Jesus foi incompreendido em sua missão. A insensibilidade e a resistência à luz maior não deixava que vissem Jesus numa dimensão de transcendência. O grande critério para entender Jesus é o critério do amor.  Justamente pelo fato de não se servirem deste critério, confundiam-No como um ser humano comum e, por isso, talvez, não conseguiam perceber interiormente o sentido último de Sua presença entre nós: “Vós sois daqui debaixo, eu sou do alto. Vós sois deste mundo, eu não sou deste mundo”. O grande mistério de Deus Pai acontece em seu Filho Jesus Cristo. Nem todas as pessoas são compreendidas em suas escolhas vocacionais, sobretudo as escolhas vocacionais que prioriza a doação da vida pelos menos favorecidos da sociedade. Corre solta a ideia de que seremos felizes se tivermos muito dinheiro e muitas coisas. Pobre vida! Pobre pessoa! Pobre opção! Certamente Deus não nos deu vocação para ganhar muito dinheiro. Aliás, decididamente, a felicidade não depende da quantia de numerários que dispomos. A vida seria uma banalidade se assim o fosse. Não devemos nos conformar nunca que a razão última da vida é ganhar dinheiro. Ainda que o dinheiro justo, honesto e abençoado seja necessário para que possamos manter a vida com dignidade, não podemos e não devemos cair na falsa e inconsistente teologia da prosperidade. A vida eterna não depende da quantia de dinheiro que temos. A pobreza e a miséria no mundo atual não existem por falta de dinheiro, mas, por falta de solidariedade, por falta de amor. Enquanto não nos educarmos para ver o mundo e as pessoas numa dimensão de transcendência, continuaremos morrendo em nosso egoísmo, em nosso orgulho.

O que motivou  Jesus a fazer o que fez, foi a consciência da própria missão. É a consciência da missão que fez e faz com que muitas pessoas gastem a vida por nobres causas sociais, humanitárias, ecológicas, etc. Dom Bosco, o santo protetor da juventude foi um desses. Não podemos perder de vista o sentido maior de nossa existência. E o sentido maior do nosso existir é, justamente, dar sentido àquilo que Deus dá sentido.

Oração.

Senhor Jesus, Deus doador de todos os dons, doa-me o dom de construir a felicidade sobre alicerces consistentes. Ocupa, Jesus, o centro de minha vida e infunde em mim o Teu Santo Espírito, a fim de que possa descobrir a missão essencial da minha vida. Faze-me ver o mundo e as pessoas com olhar de transcendência. Concede-me a graça de superar o puramente material, que tantas vezes me escraviza em esquemas vazios de sentido. Dá-me a graça de ver o mundo e as pessoas com Teus critérios de amor. Abençoa meu trabalho e todas as minhas ações, para que os bens materiais,  necessários à vida digna, sejam fruto de uma vida honesta e transparente. Ajuda-me a sair de mim mesmo e a entender que o sentido maior de minha vida consiste em dar sentido à vida dos meus semelhantes. Educa-me para que eu aprenda Contigo a fazer tão somente o bem. Assim, farei felizes as pessoas com as quais me concedes a oportunidade de viver diariamente. Amém.

- Deus me abençoe e me guarde. Amém.
- Ele me mostre a sua face e se compadeça de mim. Amém.
- Volte para mim o seu olhar e me dê a sua paz. Amém.
- Abençoe-me Deus misericordioso, Pai e Filho e Espírito Santo. Amém.

Desejo-te um dia abençoado.


Tags: , , , , , , ,

Nome


E-mail






Evangelho João 8,21-30

Evangelho João 8,21-30

27.03.2012

Por: Padre Renato dos Santos – SDB

Terça-Feira, 27 de Março de 2012 5ª Semana da Quaresma

— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo João.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo disse Jesus aos fariseus: 21“Eu parto e vós me procurareis, mas morrereis no vosso pecado. Para onde eu vou, vós não podeis ir”. 22Os judeus comentavam: “Por acaso, vai-se matar? Pois ele diz: ‘Para onde eu vou, vós não podeis ir’?” 23Jesus continuou: “Vós sois daqui debaixo, eu sou do alto. Vós sois deste mundo, eu não sou deste mundo. 24Disse-vos que morrereis nos vossos pecados, porque, se não acreditais que eu sou, morrereis nos vossos pecados”. 25Perguntaram-lhe pois: “Quem és tu, então?” Jesus respondeu: “O que vos digo, desde o começo. 26Tenho muitas coisas a dizer a vosso respeito, e a julgar, também. Mas aquele que me enviou é fidedigno, e o que ouvi da parte dele é o que falo para o mundo”.27Eles não compreenderam que lhes estava falando do Pai. 28Por isso, Jesus continuou: “Quando tiverdes elevado o Filho do Homem, então sa­bereis que eu sou, e que nada faço por mim mesmo, mas apenas falo aquilo que o Pai me ensinou. 29Aquele que me enviou está comigo. Ele não me deixou sozinho, porque sempre faço o que é de seu agrado”. 30Enquanto Jesus assim falava, muitos acreditaram nele.
- Palavra da Salvação.    – Glória a vós, Senhor.

Reflexão

1 –  Incompreensão. Jesus foi incompreendido em sua missão. A insensibilidade e a resistência à luz maior não deixava que vissem Jesus numa dimensão de transcendência. O grande critério para entender Jesus é o critério do amor.  Justamente pelo fato de não se servirem deste critério, confundiam-No como um ser humano comum e, por isso, talvez, não conseguiam perceber interiormente o sentido último de Sua presença entre nós: “Vós sois daqui debaixo, eu sou do alto. Vós sois deste mundo, eu não sou deste mundo”. O grande mistério de Deus Pai acontece em seu Filho Jesus Cristo. Nem todas as pessoas são compreendidas em suas escolhas vocacionais, sobretudo as escolhas vocacionais que prioriza a doação da vida pelos menos favorecidos da sociedade. Corre solta a ideia de que seremos felizes se tivermos muito dinheiro e muitas coisas. Pobre vida! Pobre pessoa! Pobre opção! Certamente Deus não nos deu vocação para ganhar muito dinheiro. Aliás, decididamente, a felicidade não depende da quantia de numerários que dispomos. A vida seria uma banalidade se assim o fosse. Não devemos nos conformar nunca que a razão última da vida é ganhar dinheiro. Ainda que o dinheiro justo, honesto e abençoado seja necessário para que possamos manter a vida com dignidade, não podemos e não devemos cair na falsa e inconsistente teologia da prosperidade. A vida eterna não depende da quantia de dinheiro que temos. A pobreza e a miséria no mundo atual não existem por falta de dinheiro, mas, por falta de solidariedade, por falta de amor. Enquanto não nos educarmos para ver o mundo e as pessoas numa dimensão de transcendência, continuaremos morrendo em nosso egoísmo, em nosso orgulho.

O que motivou  Jesus a fazer o que fez, foi a consciência da própria missão. É a consciência da missão que fez e faz com que muitas pessoas gastem a vida por nobres causas sociais, humanitárias, ecológicas, etc. Dom Bosco, o santo protetor da juventude foi um desses. Não podemos perder de vista o sentido maior de nossa existência. E o sentido maior do nosso existir é, justamente, dar sentido àquilo que Deus dá sentido.

Oração.

Senhor Jesus, Deus doador de todos os dons, doa-me o dom de construir a felicidade sobre alicerces consistentes. Ocupa, Jesus, o centro de minha vida e infunde em mim o Teu Santo Espírito, a fim de que possa descobrir a missão essencial da minha vida. Faze-me ver o mundo e as pessoas com olhar de transcendência. Concede-me a graça de superar o puramente material, que tantas vezes me escraviza em esquemas vazios de sentido. Dá-me a graça de ver o mundo e as pessoas com Teus critérios de amor. Abençoa meu trabalho e todas as minhas ações, para que os bens materiais,  necessários à vida digna, sejam fruto de uma vida honesta e transparente. Ajuda-me a sair de mim mesmo e a entender que o sentido maior de minha vida consiste em dar sentido à vida dos meus semelhantes. Educa-me para que eu aprenda Contigo a fazer tão somente o bem. Assim, farei felizes as pessoas com as quais me concedes a oportunidade de viver diariamente. Amém.

- Deus me abençoe e me guarde. Amém.
- Ele me mostre a sua face e se compadeça de mim. Amém.
- Volte para mim o seu olhar e me dê a sua paz. Amém.
- Abençoe-me Deus misericordioso, Pai e Filho e Espírito Santo. Amém.

Desejo-te um dia abençoado.


Tags: , , , , , , ,

Nome


E-mail






Evangelho João 8,21-30

Evangelho João 8,21-30

27.03.2012

Por: Padre Renato dos Santos – SDB

Terça-Feira, 27 de Março de 2012 5ª Semana da Quaresma

— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo João.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo disse Jesus aos fariseus: 21“Eu parto e vós me procurareis, mas morrereis no vosso pecado. Para onde eu vou, vós não podeis ir”. 22Os judeus comentavam: “Por acaso, vai-se matar? Pois ele diz: ‘Para onde eu vou, vós não podeis ir’?” 23Jesus continuou: “Vós sois daqui debaixo, eu sou do alto. Vós sois deste mundo, eu não sou deste mundo. 24Disse-vos que morrereis nos vossos pecados, porque, se não acreditais que eu sou, morrereis nos vossos pecados”. 25Perguntaram-lhe pois: “Quem és tu, então?” Jesus respondeu: “O que vos digo, desde o começo. 26Tenho muitas coisas a dizer a vosso respeito, e a julgar, também. Mas aquele que me enviou é fidedigno, e o que ouvi da parte dele é o que falo para o mundo”.27Eles não compreenderam que lhes estava falando do Pai. 28Por isso, Jesus continuou: “Quando tiverdes elevado o Filho do Homem, então sa­bereis que eu sou, e que nada faço por mim mesmo, mas apenas falo aquilo que o Pai me ensinou. 29Aquele que me enviou está comigo. Ele não me deixou sozinho, porque sempre faço o que é de seu agrado”. 30Enquanto Jesus assim falava, muitos acreditaram nele.
- Palavra da Salvação.    – Glória a vós, Senhor.

Reflexão

1 –  Incompreensão. Jesus foi incompreendido em sua missão. A insensibilidade e a resistência à luz maior não deixava que vissem Jesus numa dimensão de transcendência. O grande critério para entender Jesus é o critério do amor.  Justamente pelo fato de não se servirem deste critério, confundiam-No como um ser humano comum e, por isso, talvez, não conseguiam perceber interiormente o sentido último de Sua presença entre nós: “Vós sois daqui debaixo, eu sou do alto. Vós sois deste mundo, eu não sou deste mundo”. O grande mistério de Deus Pai acontece em seu Filho Jesus Cristo. Nem todas as pessoas são compreendidas em suas escolhas vocacionais, sobretudo as escolhas vocacionais que prioriza a doação da vida pelos menos favorecidos da sociedade. Corre solta a ideia de que seremos felizes se tivermos muito dinheiro e muitas coisas. Pobre vida! Pobre pessoa! Pobre opção! Certamente Deus não nos deu vocação para ganhar muito dinheiro. Aliás, decididamente, a felicidade não depende da quantia de numerários que dispomos. A vida seria uma banalidade se assim o fosse. Não devemos nos conformar nunca que a razão última da vida é ganhar dinheiro. Ainda que o dinheiro justo, honesto e abençoado seja necessário para que possamos manter a vida com dignidade, não podemos e não devemos cair na falsa e inconsistente teologia da prosperidade. A vida eterna não depende da quantia de dinheiro que temos. A pobreza e a miséria no mundo atual não existem por falta de dinheiro, mas, por falta de solidariedade, por falta de amor. Enquanto não nos educarmos para ver o mundo e as pessoas numa dimensão de transcendência, continuaremos morrendo em nosso egoísmo, em nosso orgulho.

O que motivou  Jesus a fazer o que fez, foi a consciência da própria missão. É a consciência da missão que fez e faz com que muitas pessoas gastem a vida por nobres causas sociais, humanitárias, ecológicas, etc. Dom Bosco, o santo protetor da juventude foi um desses. Não podemos perder de vista o sentido maior de nossa existência. E o sentido maior do nosso existir é, justamente, dar sentido àquilo que Deus dá sentido.

Oração.

Senhor Jesus, Deus doador de todos os dons, doa-me o dom de construir a felicidade sobre alicerces consistentes. Ocupa, Jesus, o centro de minha vida e infunde em mim o Teu Santo Espírito, a fim de que possa descobrir a missão essencial da minha vida. Faze-me ver o mundo e as pessoas com olhar de transcendência. Concede-me a graça de superar o puramente material, que tantas vezes me escraviza em esquemas vazios de sentido. Dá-me a graça de ver o mundo e as pessoas com Teus critérios de amor. Abençoa meu trabalho e todas as minhas ações, para que os bens materiais,  necessários à vida digna, sejam fruto de uma vida honesta e transparente. Ajuda-me a sair de mim mesmo e a entender que o sentido maior de minha vida consiste em dar sentido à vida dos meus semelhantes. Educa-me para que eu aprenda Contigo a fazer tão somente o bem. Assim, farei felizes as pessoas com as quais me concedes a oportunidade de viver diariamente. Amém.

- Deus me abençoe e me guarde. Amém.
- Ele me mostre a sua face e se compadeça de mim. Amém.
- Volte para mim o seu olhar e me dê a sua paz. Amém.
- Abençoe-me Deus misericordioso, Pai e Filho e Espírito Santo. Amém.

Desejo-te um dia abençoado.


Tags:

Nome


E-mail






PAPA FRANCISCO
ORGANIZAÇÃO DA DIOCESE
Mural de Recados

Warning: Creating default object from empty value in /home/diocesed/public_html/site/wp-includes/comment-template.php on line 855
padre mateus
20.06.2013 - Quinta-Feira
nossa paróquia dedicada a Sant'Ana e São Joaquim de Montezuma se alegra com a ordenação diaconal de Diego Platini e Claudinei Barbosa que acontecerá dia 06 de julho. Na oportunidade parabenizamos os dois pelo sim dado a Deus e pelo desejo de se consagrarem a Deus no serviço em nossa Diocese. estamos unidos a diocese, aos seus familiares e a voces com nossas orações. Deus lhes Abençoe.

Warning: Creating default object from empty value in /home/diocesed/public_html/site/wp-includes/comment-template.php on line 855
Eleni maria dos Santos Duraes
25.04.2013 - Quinta-Feira
Que saudades da igreja sagrado coração de Jesus.o padre Jose foi quem fez meu batizado,o padre Henrique foi quem fez meu casamento em 1994 ainda na igreja Nossa Senhora Aparecida.moro em Belo Horizonte, qdo for em Janauba quero visita-la.

Warning: Creating default object from empty value in /home/diocesed/public_html/site/wp-includes/comment-template.php on line 855
railda pereira
24.04.2013 - Quarta-Feira
parabenizo a comunidade de mamonas por ter como paròco o grandioso padre Ivam qui passou pela nossa paròquia e deixou uma grande mensagem de como evangelizar e de ser humilde ele tem um grande coraçâo parabèns mamonas

Warning: Creating default object from empty value in /home/diocesed/public_html/site/wp-includes/comment-template.php on line 855
Felipe
15.04.2013 - Segunda-Feira
Olá, gostaria de saber quando serão iniciadas as obras da futura Cadetral. Obrigado

Warning: Creating default object from empty value in /home/diocesed/public_html/site/wp-includes/comment-template.php on line 855
Tiago Aurelio
04.04.2013 - Quinta-Feira
Olá, eu gostaria de algumas informações sobre os meus antepassados, batizados e casados na região dessa diocese. Desde já agradeço, obrigado!
CONTRIBUA CONOSCO
LITURGIA DIÁRIA
DIARIAMENTE
Enquete
Como você tem vivido a Quaresma e Semana Santa
Ver Resultado
Vídeos
Vídeo da Futura Catedral Diocesana

Nossas Paróquias | Que Deus abençoe nossa Diocese
Paróquia de Santo Antônio – Mamonas Paróquia do Espírito Santo Paróquia de Santo Antônio catedral scj Paróquia Nossa Senhora do Desterro Quase Paróquia Nossa Senhora de Fátima Santo Antonio Ibiracatu Paróquia Santo Antônio de Pádua Mato Verde Quase-Paróquia de São Pedro Paróquia de São João Batista São João do Paraíso Quase-Paróquia do Menino Jesus Gameleiras Quase Paróquia Nossa Senhora Santana Verdelândia Paróquia de São Sebastião Espinosa Paróquia São Joaquim Porteirinha Paróquia Santo Afonso Maria de Ligório Janaúba Paróquia Bom Jesus Varzelândia Paróquia Nossa Senhora Assunção Porterinha Quase Paróquia do Senhor Bom Jesus Catuti Paróquia Nossa Senhora da Glória Jaíba Paróquia Nossa Senhora Das Dores Janaúba Paróquia Nossa Senhora Aparecida Janaúba Paróquia de Nossa Senhora Aparecida Ninheiras Paróquia N. Sra. Das Graças Nova Porteirinha Paróquia Nossa Senhora das Graças Monte Azul Par. N. Sra. da Conc. Rio Pardo de Minas Paróquia N. Sra. da Conceição - Matias Cardoso Paróquia São Joaquim Nossa Senhora Sant´Ana Montezuma
Diocese de Janaúba – MG
Região Leste – 2
Clique aqui e fale conosco
Copyright 2014 - Diocese de Janaúba – MG - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Agência Católica | Baseado no Wordpress
Website desenvolvido por Agência Católica
Qualidade e Profissionalismo a Serviço de Deus